Domingo, 13 de Novembro de 2005

A Europa está confusa

Para o proximo presidente meditar
Está muito confuso o convívio social na Comunidade Européia .
A União Européia, é uma babel, porque ainda não tem um idioma comum para todos. A salvação é o idioma inglês, já usado por muitos, na maioria dos países membros. .

Para complicar mais a confusão, temos agora as perigosas revoltas dos imigrantes, que tem o apoio de todos que se sentem desintegrados . Porém o sentimento de desintegração não é exatamente a causa da revolta.

Pouco importa aos trabalhadores estrangeiros, que os países onde residem, não considerem como nacionais, os seus filhos, porque, a maioria deles nem querem esquecer as suas origens.
Eu sou português e moro no Brasil há 44 anos: São 44 anos que não alteraram nada o meu amor a Portugal. A minha esposa é portuguesa e o nosso filho é brasileiro e optou pela dupla nacionalidade; aqui vale a liberdade de escolha. .

O Grande problema é o desemprego! Quem está empregado, só é desordeiro se for pessoa de índole má .
O salário garantido é melhor tranqüilizante e pacificador que existe. Quem ganha o suficiente para viver com dignidade, não pensa em violência: só pensa nas coisas boas da vida. Sem fome até o leão é manso mas , se ele estiver com fome, saiam de perto O mais que importa é o lugar que se escolhe para viver e a liberdade de voltar a origem se quiser ou puder. .

O desemprego atinge a muitos, sejam eles formados ou analfabetos; quem não fala o idioma do País em que trabalha é como um analfabeto; só encontra trabalho que não exige mais que os conhecimentos primários. .
Está claro que, o problema gerador de confusão e violência, é a falta de renda familiar.
Podemos então considerar como não problemáticos todos que tem renda e os sem renda que estão empregados E, sendo assim , ficam bem claras as medidas que devem ser adotadas!. Com certeza , o governo, vai ter que pagar,a cada desempregado, pelo menos, 70% do salário e mais Xis para cada dependente. Se pagar,. terá o direito de arranjar ocupação para eles.

Continuará a exclusão mas, somente, para aqueles que não dependem de salário para viver.

Quem está empregado, quem tem renda própria suficiente, e quem recebe salário desemprego sem interrupção, não precisa de caridade.nem da ajuda de ninguém e deixam ser problema para o governo, pois nem precisam exercer nos, espaços públicos, o comercio ilegal que é problemático,

. Esse comércio ilegal é o maior sonegador de impostos e servidor dos piratas . A extinção do comercio ilegal , só no Brasil, colocaria nos cofres públicos, mais de cem mil milhões de dólares por ano; seria uma grande ajuda para ó social.

Já citei algumas vezes, aqui e em outros lugares, o plano que poderá garantir salário para todos os sem renda própria; plano baseado em sugestões que me foram dadas pelos excluídos. Eu já duvidei desse plano, mas agora parece-me que pode ser a solução. Eis um simples resumo do plano!

A previdência social pode garantir a aposentadoria – reforma- e salário-desemprego para os sem renda, se a contribuição for cobrada de todos , desde o nascimento até á morte .

A contribuição será uma percentagem de XIS suficiente a cobrar sobre o valor da compra de qualquer bem, produto e serviço, sem exceções.
Essa contribuição não é mais um imposto, .é apenas a transferência para todos de uma contribuição que esta sendo paga por poucos.. Esta contribuição substitui a contribuição para o social de todas as empresa, grandes e pequenas e empregadores particulares e de todos os empregado. Essa isenção, com certeza, baixará o custo da produção.

Nenhuma instituição religiosa ou de utilidade publica poderá ser isenta, .porque se trata de uma contribuição que beneficiará todos. É a única maneira, de cobrar de, honestos ou desonestos, legais ou ilegais.

Isenção do imposto para a previdência só para os turistas estrangeiros que não serão beneficiados.
.
.Aposentadoria ou reforma terá um valor igual para todos. As altas contribuições, não dão direito a aposentadoria proporcional. por se tratar da devolução parcelada, de tudo que a ganância açambarcou. É a devolução do excesso retido que produziu a miséria. Aposentadoria de valor mais elevado só será possível com plano privado de previdência
bernardolopes@superig.com.br==== lopesdarocha@sapo.pt
publicado por blopesdarocha às 20:59
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Reforçando o combate à co...

. Espaço Sideral

. Confissões, Broncas e Des...

. Natal de famintos e empan...

. PIB isquêmico

. Plano de Lula para zerar ...

. A solução para a crise po...

. Criticar sem sugerir (mes...

. O euro veio para ficar e ...

. O euro veio para ficar

.arquivos

. Agosto 2017

. Junho 2017

. Agosto 2015

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Dezembro 2012

. Junho 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Novembro 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds