Domingo, 9 de Outubro de 2005

Procurando a Paz

Procurando a Paz
Nunca tantos procuraram tanto a paz que está cada vez mais distante. O modelo da procura tem a visão ofuscada pelos direitos humanos. A clareza e a transparência só pode ser obtida com o colírio que é o cumprimento da obrigação coletiva e individual. O descumprimento do dever pode anular o direito á liberdade. Não pode ser reconhecido o direito que pode prejudicar. Ninguém têm direitos; só temos obrigações; somente o cumprimento das obrigações garante a paz e o progresso consensual . Por mais que se fale ou escreva sobre o social ninguém conseguirá dizer mais do que:

Para acertar tudo no social / Muito já se fez e escreveu /
Porem verificou-se no final / Que a poucos convenceu //

Porque de tudo que foi escrito / Referente ao que se consome /
Não se escreveu mais que isto / Daí de comer a quem tem fome //

Do social pode escrever você / Tudo que o saber lhe concede /
Não poderá dizer mais do que / Daí de beber a quem tem sede //

Livros do social são centenas / Ou milhares, todos publicados /
Que afinal nos dizem apenas /Visite enfermos e encarcerados.//

Investigue fale e escreva / Até explicar o mistério /
Não dirás mais do que / Não pratiquem adultério //

Escreva fale e também comunique / Faça tudo com ordem ou a esmo /
Não conseguirá dizer mais do que / Ame os outros como a si mesmo //.

Escreva tudo sobre o social / Tudo que poder até esgotar /
Talvez não diga mais do que / Que nunca devemos roubar.//

De harmonia e paz no social / Escreva tudo o que imaginar /
Não vai dizer mais do que / Hediondo pecado é matar//

Sobre a social convivência / Podem escrever e meditar/
Não vão dizer mais do que / É feio e criminoso caluniar.//

Lembro a quem no social crê / Dizendo escrevei e divulgai /
Mas não direis mais do que / Honra o teu pai e a tua mãe //

Escrevam tudo que sabem / Para esclarecerem os seus /
Mas não direis mais do que / Antes de tudo ame Deus //

Para ganhar o prêmio de quem crê / Eu li tudo que pude, tudo mesmo /
Não aprendi nada melhor do que / Ama os outros como a ti mesmo.//

Bernardo Lopes da Rocha
publicado por blopesdarocha às 14:12
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Reforçando o combate à co...

. Espaço Sideral

. Confissões, Broncas e Des...

. Natal de famintos e empan...

. PIB isquêmico

. Plano de Lula para zerar ...

. A solução para a crise po...

. Criticar sem sugerir (mes...

. O euro veio para ficar e ...

. O euro veio para ficar

.arquivos

. Agosto 2017

. Junho 2017

. Agosto 2015

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Dezembro 2012

. Junho 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Novembro 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds