Sábado, 21 de Fevereiro de 2009

A Crise financeira é subproduto da crise moral


Crise financeira é subproduto da crise moral. 

 

Inflação e deflação Pressão arterial alta e baixa, Inverno e verão, Maré alta e maré baixa. Provavelmente, todas essas variações tem um principio comum. O movimento na Terra funciona em função do sobe e desce e no universo depende do movimento circular. Quase tudo é regular.

 

Mas no planeta terra a única coisa que acontece sem alteração é o seu movimento de rotação que faz o dia e a noite e a volta ao Sol em tempo exato

 

Todavia na superfície do planeta, tudo que acontece, depende de terremotos, tempestades, climas não regulares e convulsões sociais e a tendência é piorar se a sociedade humana não se disciplinar.

 

Eu penso que o Planeta é inteligente e cumpre sua missão por que não tem a liberdade de escolha que Deus concedeu aos humanos, mas na questão de produção, certamente, tem autonomia para alterar o clima, para que os humanos colham o produto da semente que lançam á terra; joio ou trigo e atender também a produção do campo mental.

O mau uso que fazem da terra e da mente produz tempestades tanto na mente como na atmosfera.

 

Então, por isso, e pelo que se segue, tanto a Terra como o Sol, sentem-se ofendidos com a má distribuição da sua produção destinada ao reino animal e vegetal e, por isso ,deixam o clima sem controle. É, portanto, na má distribuição da renda que está o principio de toda a desordem social e climática que nos aflige.

 

Senhores governantes: Esqueçam por algum tempo o efeito estufa, lembrem-se da disciplina e tratem seriamente os problemas dos excluídos e, mesmo que não haja trabalho para todos, não deixem nenhum ser humano sem irrigação monetária para que a desnutrição desapareça.

 

Se tentarem seriamente entregar a cada pobre um pouco mais que o necessário para viver, certamente, o clima e efeito estufa se ajustarão porque a Mente da terra aprova as medidas corretas.
BLR.

 

publicado por blopesdarocha às 16:11
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 14 de Fevereiro de 2009

Cristo disse


Cristo disse: Batei na porta até que alguém importunado a abra. Ninguém insiste sem fé. Por isso, há mais de dez anos que bato na porta dos políticos e não vou desistir, até que algum líder de Partido, ou governante a abra para atender e escutar a explanação do plano salvador bolado pelos excluídos que pelos políticos são vistos como idiotas.

 

O dinheiro pode ser comparado ao sangue que, em seu circuito, distribui pelas células do corpo todos os nutrientes que elas precisam para garantir o equilíbrio do sistema. Assim também o dinheiro (Sangue monetário) se for distribuído na pressão e quantidade certa levará a cada pessoa pobre, o valor que ela precisa para comprar alimentos e utensílios que necessita para viver tranqüilamente.

 

Se esse mínimo suficiente, chegar a cada pessoa pobre, teremos alcançado o equilíbrio social que abre a porta para a paz.

 

O dinheiro está congestionado em 2/3 da população enquanto 1/3 sofre de isquemia e morte por desnutrição por conseqüência da congestão nos 2/3.

 

Para evitar o conflito que está sendo preparado, para desencadear a guerra de combates corpo a corpo, precisamos ampliar, sem demora. a rede de artérias, veias e capilares livres de coágulos (Corruptos)

A rede de captura e distribuição do dinheiro e retirada do material gasto para reciclar, são o comercio varejista e o fisco.

 

Cada produto vendido ao consumidor no varejo, desde um pão ate até um navio, terá de ser acrescido de uma percentagem de 10% (sugestão) para o seguro social para torná-lo capaz de garantir o salário desemprego sem cessar a todos os pobres

 

Pela via do consumo é possível tirar da congestão o tanto suficiente para acabar a isquemia.

A pessoa humano, empregado ou desempregada, não para de consumir e, portanto, não pode ser desligada da energia que a mantêm vivo.

 

O pobre vai pagar mais 10% na compra de uma bicicleta e o rico pagará a mesma percentagem na compra um carro ou de um navio. E uma percentagem suportável para qualquer classe

 

A finalidade deste tipo de cobrança para o social é um acerto de contas para tirar, de quem tem mais do excesso retido, que gerou a miséria.

A percentagem a pagar adicionada ás compras e serviços é exclusiva para o Seguro social e não é mais um imposto: é simplesmente a transferência da contribuição de empregados e empregadores para ser paga pelos consumidores ativos e inativos, capazes e incapazes, durante a vida, sem interrupção porque o salário também não será interrompido .

 

Não adianta investir nas empresas para produzir mais se os pobres não poderem comprar e a classe média continuar endividada por causa do credito fácil que gerou a crise. Então é preferível investir nos pobres e nas famílias de baixa renda, endividadas.

 

O seguro social da U E, tem que ser centralizado e o valor da reforma tem que ser igual em todos os paises membros para começar a nivelar debaixo para cima. Bernardo Lopes da Rocha.

 

 

publicado por blopesdarocha às 21:29
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Reforçando o combate à co...

. Espaço Sideral

. Confissões, Broncas e Des...

. Natal de famintos e empan...

. PIB isquêmico

. Plano de Lula para zerar ...

. A solução para a crise po...

. Criticar sem sugerir (mes...

. O euro veio para ficar e ...

. O euro veio para ficar

.arquivos

. Agosto 2017

. Junho 2017

. Agosto 2015

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Dezembro 2012

. Junho 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Novembro 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds