Segunda-feira, 26 de Março de 2012

Paises dependentes

Consolidar uma união de Nações independentes...é  piada! Não há nações independentes! Mas consolidar uma União de Nações dependentes, baseada  no princípio de solidariedade é fácil. No caso da U E, a solução tem que ser encontrada pelos 27. Se esse grupo aceitar sugestões do G20 e de grupos capitalistas - sem Pátria - tudo o que precisa ser melhorado vai piorar. A legalidade das dívidas e complexidade das B V e da ação dos governos paralelos é complicada demais para ser entendida pela classe media baixa e pobre - classe operária.-  as únicas atingidas pela transferência das dividas. Mas as classes citadas vão dar a resposta e pagar as dívidas com as primaveras latentes no subconsciente surrealista. Que se entendam os srs do grupo U E que não pode ter nações humilhadas. Dividam o prejuízo ou o dinheiro voador encalhado e conscientizem-se de que é necessário unificar a previdência e seguro social. 

 

publicado por blopesdarocha às 12:40
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 24 de Março de 2012

Deficit de Inteligência

Não concordo  com a afirmação de que Portugal tem déficit de inteligência. Pode ter déficit de profissionais causado pela migração excessiva que aconteceu pela incapacidade ou corrupção dos governantes. 1º ato de corrupção: aceitar dinheiro da U. E.  para  abandonar a agricultura. 2º ato corrupto:  “Ceder não sei para quem nem a troco de quê” parte da soberania do Mar Português. O Mar continua nosso, mas o peixe...?

O Retângulo também continua nosso, mas a produção está a escapar por entre os dedos.. Em  parte a crise é obra dos Iberistas, financiada pelos Poderosos grupos de capitalistas apátridas, cujo interesse está acima do nacionalismo: esses sim! São realmente  os pais das crises de fome e fartura; devedores e credores com a ajuda da Alemanha que não desistiu de dominar a Europa

 Sem esses grupos capitalistas globalizados não haveria Super credores nem países humilhados com dividas insuportáveis de empréstimos que não produziram obras nem  desenvolvimento visível que as justifique.

A explicação para  as dividas  inventadas por especialistas com a conivência de traidores dos paises  endividados e dinheiro encalhado – está na resposta - processada na mente surrealista, dos pobres de instrução, mas ricos de intuição.

O aprendizado obtido ns escolas de ensino superior; tanto produzem gênios do tipo Bin Lactem como do tipo Gandhy. 

publicado por blopesdarocha às 23:44
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 6 de Março de 2012

Dinheiro encalado e a crise

Para liquidar a crise, as dívidas e o crédito exagerado e, provavelmente,  a existência de devedores e credores: o Sindicato dos excluídos, sediado nas nuvens, propõe  a divisão das dividas ou do dinheiro encalhado nos cofres da: Ignotos capitalistas S A  representados pela  troika

 

A Europa não pode enfraquecer!  Se um  membro da  U E adoece o conjunto enfraquece e sente  medo. A fraqueza já é sentida pelos endividados e visível o efeito programado pelos membros  ditadores fantasiados de democratas com a conivência traiçoeira  de corruptos  dos países  agora atolados em dívidas

 

 È preciso evitar que o povo dos membros da U E endividados sintam a sensação de perda de independência territorial que pode se seguir á -já perdida-  independência econômica  Para evitar esse sentimento perigoso é Preciso distribuir as dividas pelos 27  ou o dinheiro que está encalhado na área dos ricos..

 

Também deve ser unificada a previdência e seguro social: Cujo custeio deve ser garantido   pela contribuição de cada consumidor da U E com 1% (sugestão) acrescido ao valor da compra e serviço (última transação)  destinada ao pagamento seguro desemprego a todos os pobres -renda zero – ou insuficiente que ficarão obrigados a prestar serviços indicados pelo arrecadador.

 

Os pobres desempregados não querem ajuda controlada por  atravessadores: só querem a ajuda dos consumidores que os tornarão também consumidores contribuintes...

 

A implantação do plano dos excluídos extingue a pobreza com a colocação dos pobres na classe média baixa. .Esta mostra é parte do plano  do (não reconhecido): Sindicato Dos  Excluídos rzd - sediado nas nuvens e desertos do mundo social-

 

O objetivo do sindicato é evitar e batalha (corpo a corpo) para forçar devolução do mínimo indispensável negado que teria evitado  o surgimento da classe pobre humilhada e massacrada pela desnutrição que mata mais que os diversos tipos de massacre. .

 Bernardo L R

 

 

publicado por blopesdarocha às 15:39
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Reforçando o combate à co...

. Espaço Sideral

. Confissões, Broncas e Des...

. Natal de famintos e empan...

. PIB isquêmico

. Plano de Lula para zerar ...

. A solução para a crise po...

. Criticar sem sugerir (mes...

. O euro veio para ficar e ...

. O euro veio para ficar

.arquivos

. Agosto 2017

. Junho 2017

. Agosto 2015

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Dezembro 2012

. Junho 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Novembro 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds