Domingo, 31 de Julho de 2005

união Europeia

União Européia. Só mesmo depois de tanto se confrontarem em guerras, os europeus chegaram á conclusão que a salvação de todos seria a união econômica e Política. A Europa subdividida não teria influencia nos destinos do mundo. Os poderosos do século 19 e 20, nomeadamente Alemanha, Inglaterra, França e Itália passaram a ser visto pelo Mundo e por eles mesmos, como pequenos Estados que pouco poderiam influir. Os políticos e o povo entenderam que união de todos era o melhor para evitar guerras entre si para chegarem a ponto de equilibrar o poder mundial. União tem que ser autentica para ser firme. Nenhum dos membros da união deve ser totalmente autônomo. Nenhum estado da união poderá envolver-se em guerra nem fazer acordos comerciais com países não membros da comunidade sem o consentimento do parlamento da União
Seria um tremendo problema para a União se um dos membros da comunidade fizesse um acordo com um grande produtor e exportar como a china que inundaria os restantes paises da comunidade causando grandes prejuízos.A transferência de mercadorias, dinheiro e pessoas, não pode ser livre. É preciso estabelecer cotas conforme o poder de receber, tanto imigrantes como produtos. Nenhum País de uma comunidade poderá servir de entreposto. A capacidade de suportar deve ser considerada para evitar problemas. Suponhamos um acordo de imigração entre Brasil e Portugal sem considerar a população de cada País; o que poderia acontecer! Se toda a população de Portugal viesse para o Brasil, não dava nem para perceber diferença enquanto dez por cento da população do Brasil dentro de Portugal criaria um problema muito sério
Bernardo Lopes
publicado por blopesdarocha às 18:23
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Reforçando o combate à co...

. Espaço Sideral

. Confissões, Broncas e Des...

. Natal de famintos e empan...

. PIB isquêmico

. Plano de Lula para zerar ...

. A solução para a crise po...

. Criticar sem sugerir (mes...

. O euro veio para ficar e ...

. O euro veio para ficar

.arquivos

. Agosto 2017

. Junho 2017

. Agosto 2015

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Dezembro 2012

. Junho 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Novembro 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds