Domingo, 4 de Maio de 2008

Social problemático na Europa e outros Continentes

 
 

O social problemático da Europa e dos outros continentes.
O grande problema da U. E. é igual ao de qualquer agrupamento de Países, de um simples País ou de qualquer região do globo habitado por humanos.
Em todas os Países há pessoas gananciosas de tendência dominadora e há também muitos humanos que aceitam o domínio de boa vontade porque tem que haver dominadores e dominados, ou seja; empregadores e empregados; tudo certo se não houver indícios de escravidão. Esse estado de coisas não é a causa da violência. Sempre haverá quem veja injustiça onde outros vêem normalidade. Não é possível uma sociedade que funcione como uma engrenagem. A sociedade não é uma máquina. Temos apenas de sinalizar a mão e contramão para evitar choques. A grandes fortunas em poder de alguns e a miséria como situação de outros são, em parte, conseqüências da administração individual. Quem gasta menos do que ganha esta no caminho da fortuna; Quem gasta mais do que ganha esta no caminho da miséria que conduz á subnutrição, doença ou mesmo á perda da liberdade por mau comportamento. É possível mudar de religião, de partido político, de País trocar de esposa, sem alterar as situações incômodas já generalizadas.. Porém, não é possível mudar as convicções individuais sem aceitar a disciplina que é necessária em todos os projetos que envolvem segurança e respeito á ordem baseada no bom senso. Qualquer humano só pode pacificar-se a si mesmo, assim como pode, sozinho, fomentar a desordem e fazer tudo que é mau para a sociedade e meio ambiente. Talvez haja uma motivo que leva alguns humanos á tentação de destruir outros humanos e o próprio meio ambiente. Pode ser a incapacidade de construir que transformou aqueles, que foram crianças lindas, em terroristas. Ser destruidor é fácil; tão fácil que até as crianças e os débeis mentais sabem destruir.. Por tudo isto, posso afirmar e sugerir, ao Srs José Sócrates, Durão Barroso e Ban Kimoon que o melhor a fazer é pagar salário a todos os desempregados sem renda como se fossem empregados do governos. Insistido! O dinheiro para o cumprimento desse compromisso deve ser tirado de todos os consumidores, através das compras e serviços para que a contribuição seja proporcional ao poder aquisitivo. Também todos os robôs devem contribuir para a previdência social com o equivalente há contribuição e direitos dos humanos que foram substituídos pelos robôs dotados de habilidades humanas. Eu e todos que possam ver nas sugestões dos excluídos a solução que pode tirá-los da miséria, devemos sugerir aos Srs já citados e ao Parlamento Europeu a criação de uma comissão especializada em problemas sociais para analisar a possibilidade matemática de aplicação do plano dos excluídos que, por eles, é visto como a solução única para livrá-los desse mal que também afeta outros segmentos da corporação humana.. É parte do plano criar uma fundação para arrecadar as contribuição e pagar a todos os desempregados, sem renda própria, que estejam catalogados, o salário desemprego mais um terço para cada dependente menor. Este modelo de contribuição pode tirar dos incluídos a parte retida que era dos excluídos para colocá-los na classe de consumidores. Essa tipo de contribuição através das compras é a fonte inesgotável de recursos que podem extinguir a miséria. Nem os próprios miseráveis poderão ser isentos de contribuição sobre o pouco que possam compras porque toda a contribuição destina-se a eles. . Essa medida pode extinguir a pobreza e fortalecer a classe media e a própria classe rica . A liberdade de escolha foi dada por Deus, por isso, ajude todos de qualquer classe que amam a vida e o planeta. Os sadios, deficientes e doentes que escolheram o caminho da auto destruição- usuários de tóxicos – Vamos deixá-los por conta própria e da policia. Afinal o direito de escolha foi nos dado pelo Criador. bernardolopes@superig.com.br.
.



sinto-me: com saudades
música: portuguesa
publicado por blopesdarocha às 14:49
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Reforçando o combate à co...

. Espaço Sideral

. Confissões, Broncas e Des...

. Natal de famintos e empan...

. PIB isquêmico

. Plano de Lula para zerar ...

. A solução para a crise po...

. Criticar sem sugerir (mes...

. O euro veio para ficar e ...

. O euro veio para ficar

.arquivos

. Agosto 2017

. Junho 2017

. Agosto 2015

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Dezembro 2012

. Junho 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Novembro 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds