Sexta-feira, 30 de Janeiro de 2009

O Sol e a Terra


O SOL E A TERRA
A má distribuição da renda, desagrada o Sol e a Terra , que nos mostram seu descontentamento com alterações climáticas assustadoras. 

 

O sol aquece o chão umedecido /> E seu calor fecunda as sementes/
Que produzem o alimento exigido /> Necessário para os seres viventes

Abençoado és matrimônio Etéreo, /> Da terra linda com o astro Sol /
Gerando vida de amor e mistério /> Para nosso Deus ver e abençoar //

 

Para a Terra linda que Deus criou /> Deus fez o belo Sol para a fecundar /
Nela vive todo o bem que imaginou /> Para o humano divino governar //

Terra e Sol, casal bem amado />Na Terra. Deus habita o corpo humano /
Assim o humano vai melhorando / >Até que Nos mostre o eterno plano //

Buscarei em mim até encontrar /> Sei que está no cérebro humano
Que é o templo onde posso dialogar/> com o Criador, isento de engano //.

Deus deu a terra ao ser humano />Para que este continue a criação
Fazendo tudo sem causas dano /> Nem á terra nem á sua produção //

Mas há humanos que querem mais /> Muito além de tudo que é preciso /
Pensam que os pobres são marginais /> Que nem sabem calcular prejuízo.

 

Deus criou tudo o que o humano precisa /> E muito além do necessário
Mas, com sugestões sempre avisa /> Não neguem aos pobre o justo salário

 

A Terra nunca produziu tanto/ Nem nunca se viu tanta gente sem nada /
Vitimas da ganância do avarento / Que altera a lei divinamente elaborada.//

A política de salário insuficiente / > Que gerou a classe desnutrida/
É obra de político que não crê /> No caminho da verdade e da vida//

 

Ainda há tempo para reparar /> O mal causados pela avareza.
E com amor podemos alcançar/> Novas graças com certeza//

 

A classe média garante a rica /> A classe pobre a ambas garante /
Se a rica diz; isso nada significa />Então já está na via declinante //

 

O salário injusto assusta o empresário /> Ele sabe, mas prefere ficar calado
Dá poder á violência e tira do salário/> Esse mistério deve ser desvendado//

 

É possível o salário que pode garantir /> O conforto de quem quer trabalhar/
Mas com o atual sistema de dividir />Ninguém cria plano capaz de solucionar // BLR
.-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As estatísticas mostram que atualmente o número de humanos que vivem abaixo da linha da pobreza com, menos de 02 dólares por dia, é de aproximadamente: 1.000.000.000..
Se forem dados dez dólares p/dia, (300 p/mês) a cada subnutrido, precisamos de US$ 300.000.000.000 p/ mês. US$ 45 por habitante do Planeta. Considerando que ¼ da população não pode dispor dessa importância, então valor da contribuição dos restantes seria US$ 60 mês, para cada milhar de dólares que compõe o salário de quem está empregado e de quem tem renda livre superior a mil, mesmo que esteja desempregado.

Sendo assim a despesa mensal para zerar a fome, custaria 60 dólares/ mês a ¾ da população. . Quantia que é apenas 6% de cada salário de mil dólares
É melhor contribuir com essa importância do que ficar preocupado e angustiado por causa da parte da culpa que lhe cabe na retenção da parte alimentícia produzida pelo Sol e Terra. Produção que é destinada á manutenção da vida animal.

Talvez fosse melhor a implantação do plano dos excluídos que prevê uma cobrança de 10% em --escala mundial-- adicionada ao valor das compras de cada consumidor de mercadorias e serviços (no varejo) para atingir durante a vida, todos, de todas as classes, honestos e desonestos para tornar a previdência social, de cada País, superavitária, mesmo tendo que suportar todas as despesas da rede hospitalar e aposentadorias e salário desemprego sem interrupção até ao próximo emprego e também a dispensa da contribuição de empregados e empregadores .

A despensa (Isenção) da contribuição dos empregados e empregadores facilitaria a admissão de mais funcionários porque o responsável pelos direitos dos trabalhadores passaria a ser da previdência social visto que , nesse caso, é a único arrecadador da contribuição de cada habitante do planeta.

Se houver déficit nos Países pobres deverá ser coberto pelo superávit dos paises ricos para que o valor mínimo da aposentadoria seja igual em todos os Países para eliminar a área onde atualmente vivem os excluídos.

Todos os beneficiados com salário desemprego serão obrigados a prestar algum tipo de serviço á comunidade até que surja o novo emprego.
Se não existirem vagas para todos, então os que restarem deverão permanecer, nos lugares determinados, durante o horário de serviço.

Afinal o sol e a terra produzem tudo o que é necessário para o reino animal, mas não faz a distribuição de acordo com a necessidade de cada elemento e, portanto: a obrigação de zerar a fome é dos governantes.

Acalmem-se Srs líderes Católicos e Muçulmanos e outros! Pacifiquem-se a si mesmos para que todos tenhamos a paz.
Para facilitar a chegada da paz, decretem já a obrigação de adicionar o dízimo a todas as compras e serviços para devolver aos pobres, por intermédio da previdência social, o excesso retido que gerou a exclusão social e o desemprego.

A contribuição para o social, não é um novo imposto, pois trata-se da transferência da contribuição de empregadores e empregados para todos os consumidores. Essa medida visa facilitar a admissão de funcionários e não substitui nenhum dos restantes impostos que não tem relação com a previdência social. A contribuição adicionada ao valor da compra é justa porque tira mais de quem tem mais.

Não posso afirmar que os meus cálculos estão certos e, por isso, agradeço as correções,.visto que, tudo que escrevo é fundamentado nas confissões, broncas e desabafos dos excluídos que, a alta sociedade e os políticos que dela fazem parte, não querem escutar.

Os pobres não precisam de ajuda caritativa do tipo esmola de particulares nem de doações recebidas através de ongs ou igrejas; Essa ajuda é humilhante.
Os pobres querem um salário justo.garantido pela previdência social, no caso de desemprego.. O salário é portador de alegria e tranqüilidade. A esmola é humilhante.
-------------------------------------------------------------------------------------
Há milhões de desnutridos; muitos morrendo de fome, porque, os lideres ideológicos não raciocinaram matematicamente para criar planos justos de distribuição da renda. .
Rezar, fazer sacrifício e moradias para o Criador, é pura idiotice. Deus não precisa de nada; só quer o respeito mútuo e que o adoremos no imensurável templo que temos dentro do crânio.
O ser humano está dotado de raciocínio que Deus lhe deu para usar logicamente na construção da sociedade. O uso indevido desse poder criou a ganância e egoísmo que é o fundamento da violência que afastou a Paz
Em termos de matéria somos filhos do Sol e da Terra que constitui a parte física de animais e vegetais e creio também que o Criador das galáxias ocupa a totalidade do espaço e está dentro da cada átomo para que tudo tenha vida..
As Ideologias impostas por religiões e partidos políticos são parciais; portanto inúteis para servir coletividade e, por isso, sempre foram o fiasco da sociedade dos humanos.
Atualmente, precisamos de administradores e matemáticos, livres das ideologias que só atrapalham a elaboração planos eficazes, para garantir o mínimo indispensável a todos os filhos de Deus, que ainda vivem abaixo da linha da pobreza. O justo uso do nosso raciocínio é o que Deus espera de nós
Bernardo Lopes da Rocha
 

publicado por blopesdarocha às 21:29
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De tv a 30 de Janeiro de 2009 às 21:48
que reine o amor e a boa-vontade no coração de todos os homens


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Reforçando o combate à co...

. Espaço Sideral

. Confissões, Broncas e Des...

. Natal de famintos e empan...

. PIB isquêmico

. Plano de Lula para zerar ...

. A solução para a crise po...

. Criticar sem sugerir (mes...

. O euro veio para ficar e ...

. O euro veio para ficar

.arquivos

. Agosto 2017

. Junho 2017

. Agosto 2015

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Dezembro 2012

. Junho 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Novembro 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds