Segunda-feira, 29 de Novembro de 2010

Projecto de construção da crise global

Depois da entrada em ação do  plano que desencadeou  a crise em setembro de dois mil e oito já se passaram 2 anos: tempo que era necessário para alcançar o objetivo do “plano golpe “ premeditado, para lavar o dinheiro sujo para reabastecer os bancos.

 

Não foi um golpe de poucos ideotas; foi um  golpe angelical prepardo por anjos  nos paraísos terrestres ( embaixadas do paraíso satânico)  

 

Então, logo no começo da crise;  quando a maior parte do dinheiro já estava lavado,  foi doado aos bancos pelos governos para salvar  os próprios bancos. Mistério

 

 Para ajudar os pobres ,não havia em espécie. E em plástico não servia para eles pois seria mais devastador que na classe média. Houve má fé nas manobras sujas na programação do “plano crise” que, a contra gosto dos autores,  deu  transparência indesejada... coisas da virtualidade que escapam

 

 Por isso agora  está tudo, embora devagar, voltando ao normal em alguns países, com o aparecimento das partes deterioradas,  na forma de dívidas, que tem que ser pagas por todos ou por ninguém para evitar que se torne um mal crônico.

 

 Certamente os países  endividados  foram  coniventes dos grupos de (países ditadores e capitalistas apátridas@paraisos.com...) sabem o que fizeram  e portanto sabem também como reverter a situação que seria devolver á classe  média e pobre tudo o que lhe foi tirado pelo crédito fácil que a  enganou e quase a extinguiu.

 

Sem a classe média, ficaria livre o campo de batalha para confrontos -diretos – entre a -Rica X  Pobre – cujo resultado  seria uma anarquia consolidada.

 A classe média (fiel da balança) não   pode acabar nem sequer enfraquecer.

 

. Essa situação levou os corruptos a uma reflexão que, para nosso azar,  salvou a si mesmos e aos pobres que, no caso de continuar a crise, ambos  seriam extintos: uns pela fome de comida e outro pela fome de facilidades para enganar.

 

  A morte dos pobres seria a maior desgraça que os ricos teriam de suportar. Então a solução é transferir os super capitalistas ( pessoas ou grupos ) para a classe média alta e os pobres para a classe média baixa.  

 

A classe rica não pode existir sem a classe pobre e média , mas podia  até mesmo conviver pacificamente com a pobre sem a média   desde que não existam  subnutridos por falta da passagem do dinheiro - em espécie- pela pessoa de cada pobre, que  precisa dele para trocar por alimentos e o mais que é indispensável.

 

Os pobres não têm condições, (Lastro) que possibilite o uso do trampolim plástico – parasito sugador-

 

 

 

publicado por blopesdarocha às 10:31
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Reforçando o combate à co...

. Espaço Sideral

. Confissões, Broncas e Des...

. Natal de famintos e empan...

. PIB isquêmico

. Plano de Lula para zerar ...

. A solução para a crise po...

. Criticar sem sugerir (mes...

. O euro veio para ficar e ...

. O euro veio para ficar

.arquivos

. Agosto 2017

. Junho 2017

. Agosto 2015

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Dezembro 2012

. Junho 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Novembro 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds