Segunda-feira, 14 de Novembro de 2011

Divisor de águas

 

 

12/11/11...Por Paul Kennedy*, do New York TimesExcelente artigo de Paul Kennedy sobre as grandes inflexões na história da humanidade. Concordemos ou não com tudo, ajuda a pensar. J Serra

 

Comentário de Bernardo LR

 

O imaginado divisor de águas nunca pode ser aplicado nas águas revoltas da moralidade encharcada de ideologias do tipo extra, meio extra e intragável. Os divisores de águas supostamente acontecidos foram atravessados por todos os tipos de anjos e diabos que atualmente conhecemos como corruptos e demais pecadores. Nada  mudou para melhor

no--universo miniaturizado-- sem deixar de ser imensurável—que está no templo Craniano que carregamos em cima do pescoço  A única mudança visível e sentida está na tecnologia mecânica, elétrica e eletrônica. aplicável em todas as  dimensões que conhecemos. Tudo que foi inventados é indispensável na criação de um Paraíso para os justos, mas também é indispensável para criar o inferno que os injustos (usuários da faca de dois gumes da lenda)  sempre  usam  em todas as partilhas das quais l participam.   O suposto divisor de águas só existiu na forma de fronteiras e do céu e inferno. com resultado sempre negativo. O que se refere as moedas fortes está fora do controle dos Paises citados que  nada mais poderão fazer contra o poderoso capital do governo paralelo infiltrado no legal. Não há meio divisor que os separe.  Sodoma e Gomorra;   Caím e Abel não são mito Assim como era; é agora e sempre um mundo com menos de 50 justos.

publicado por blopesdarocha às 09:22
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Reforçando o combate à co...

. Espaço Sideral

. Confissões, Broncas e Des...

. Natal de famintos e empan...

. PIB isquêmico

. Plano de Lula para zerar ...

. A solução para a crise po...

. Criticar sem sugerir (mes...

. O euro veio para ficar e ...

. O euro veio para ficar

.arquivos

. Agosto 2017

. Junho 2017

. Agosto 2015

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Dezembro 2012

. Junho 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Novembro 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds