Quinta-feira, 20 de Abril de 2006

Nascer em Badajoz

Nascer em Badajoz.
Pensando mal, é fácil concluir que não há nenhum inconveniente em autorizar ou obrigar as portuguesas a dar á luz em Badajoz para atender uma indicação do ministro da saúde Mas já se notam demonstrações de descontentamento nos portugueses patriotas que parece causado por denotação de incompetência dos médicos portugueses. O ministro tenta justificar a medida com a diferença do custo de cada parto e distância. Acho isso um tanto suspeito. Para que a suspeita não leve a um inquérito, seria bom o ministro explicar o porquê da diferença de preço. Em Elvas cada parto, custa 3000 Euros e em Badajoz menos de 2000. Na Espanha os salários são maiores logo, pela lógica, na Espanha devia ser mais caro. Não acredito que a causa possa ser falta de médicos ou incompetência dos médicos portugueses. . Também não quero nem pensar que a razão possa ser a cobrança indireta de imposto de nascimento em Portugal. Badajoz pode estar mais perto de Elvas, mas a razão não pode ser a distância. Num País pequeno não há distancia grandes. Os espanhóis já fecharam jornais em Portugal e até fabrica para abrir posto de revenda de produtos espanhóis e já iniciaram em Lisboa a volta há Espanha,.em bicicleta. Eles nunca desistiram da tentação de dominar o território português. Como não conseguiram tentam agora dominar a nossa economia e os meios de comunicação. E agora não dificultam a concessão de nacionalidade espanhola aos filhos de portuguesas nascidos via Espanha. Digo isto porque não pode haver registro de crianças com local de nascimento trocado. Isso pode ser motivo de discórdia no futuro porque o português nascido via Espanha pode exigir o direito de escolher. Nesses casos teremos de chamá-los de espanhóis virtuais como virtuais são os espanhóis nascidos em Olivença.
bernardolopes@superig.com.br
publicado por blopesdarocha às 01:10
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Reforçando o combate à co...

. Espaço Sideral

. Confissões, Broncas e Des...

. Natal de famintos e empan...

. PIB isquêmico

. Plano de Lula para zerar ...

. A solução para a crise po...

. Criticar sem sugerir (mes...

. O euro veio para ficar e ...

. O euro veio para ficar

.arquivos

. Agosto 2017

. Junho 2017

. Agosto 2015

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Dezembro 2012

. Junho 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Novembro 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds