Segunda-feira, 12 de Setembro de 2005

Sempre pensando m Olivença

Mesmo que não tenha nada a ver com este texto escrevo pensando em Olivença.
Prevalece a lei do mais forte
Socialismo ; só o gregarismo no reino dos insetos.
Se todo o trabalho fosse igual e as pessoas fossem todas iguais com a mesma cota de inteligência; se não existissem pessoas super dinâmicas nem preguiçosas; se todos fossem iguais em todos os sentidos, talvez fosse possível implantar o socialismo. Deus não fez nada igual e se não fez é porque o igual não daria certo. A luta é individual e o adversário a ser combatido não pode ser outro humano. O adversário a ser combatido está dentro de cada um . Esse adversário a ser eliminado é a injustiça que tenta gerar-se no interior de cada humano. Por mais que eu pense escreva e fale não chegarei a uma conclusão certa.
Se alguém achar certo o que digo, não significará que eu conheço a verdade porque não somos todos iguais. Se fossemos todos iguais qualquer lei seria aceita . . Não é possível implantar o socialismo: socialismo só se for gregário . Digo que não é por que nem eu estou sempre de acordo comigo mesmo.
Tenho a certeza de que não direi tudo o que seria preciso dizer por ter começado muito adiante do que deve ser dito. Depois de escrever tudo o que achei necessário e no final tentar reduzir ou simplificar vou acabar reescrevendo o decálogo de Moisés , concluindo que o melhor estado social para a coletividade está na decisão pessoal de amar Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a mim mesmo.

Insistindo como quem reza!
Os ricos devem jejuar para sentir um pouco os horrores da fome sofridos pelos pobres.Talvez o jejum os levasse a mudar a política econômica que tira dos pobres por acharem que o fortalecimento deles pode ser uma ameaça. Os poderosos em vez de analisar, desprezam as broncas e desabafos dos excluídos, pois acham que eles também são pobres de inteligência. O desejo da população pobre e a possibilidade que vêem para realizá-los está ativo na mente de cada um. Os famintos não conseguem convencer a parte dos - sem fome-- que o desprezo está gerando uma reação que será perigosa. No momento oportuno, essa reação leva um confronto do qual os ricos sairão derrotados.
. Os excluídos e desempregados ainda acreditam que o governo retire a contribuição social dos empregadores e empregados e a transfira para as vendas ao consumidor final para que todos contribuam desde o nascimento até á morte.
Este sistema de cobrança não isenta ninguém e devera ser uma percentagem igual, tanto para um quilo de alimento como para a compra de um iate Este sistema cobra tanto dos honestos como dos desonestos: ninguém escapa.
Deus sente a fome em cada faminto . Enquanto houver famintos , nenhum plano social político terá êxito
Bernardo Lopes da Rocha
publicado por blopesdarocha às 13:02
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Reforçando o combate à co...

. Espaço Sideral

. Confissões, Broncas e Des...

. Natal de famintos e empan...

. PIB isquêmico

. Plano de Lula para zerar ...

. A solução para a crise po...

. Criticar sem sugerir (mes...

. O euro veio para ficar e ...

. O euro veio para ficar

.arquivos

. Agosto 2017

. Junho 2017

. Agosto 2015

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Dezembro 2012

. Junho 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Novembro 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds